A minha mãe disse-me para não chatear ninguém com isto, então vim contar na Internet

17:33 Suse 40 Comments

É sábado à noite e as pessoas estão a divertir-se. Eu ia ser, supostamente, mais uma delas. Vesti-me, maquilhei-me e, quando ia dar um jeito no cabelo, a minha disposição alterou-se radicalmente. Mais falhas e cada vez mais visíveis. O vestido de alças, sem costas, que estava a usar, agora já não me fazia sentir bonita, apenas me deixava incomodada, a sentir o cabelo a cair aos montes colando-se à minha pele, tornando-se incomodativo e formando autênticos rolos. Tem sido mesmo por causa disso que este Verão tenho usado mangas sempre que posso, fugindo de alças ou de roupas claras que façam notar mais os cabelos lá colados.
Mas hoje... hoje sentia-me uma pequena rebelde, estava calor e queria estrear o meu vestido e o cabelo que se danasse! Que caísse e me ficasse lá a fazer impressão, que eu ia estar pouco importada. Assim pensava eu. Mas... ver a minha imagem no espelho, ver o cabelo a cair desenfreado aos montes, isso deixou-me sem ar. Porquê? Afinal nem é novidade, eu sei que ele anda há mais de um mês assim, eu já tinha visto estas falhas, eu tenho vivido com isto. Mas há dias que custa. Porque não quero falar com ninguém, porque não quero dar uma seca a alguém sobre cabelos que caiem, porque ninguém gosta das pessoas tristes. Porque se a minha mãe me vê a chorar fica irritada e ralha comigo. E eu sei que ela ralha porque me quer ver a ser mais forte que isto e sabe que eu sou mais que isto. Mas há alturas em que não consigo. Na maior parte dos dias, embora incomodada com esta situação, tento pensar: que se lixe! Posso meter extensões, posso rapar, posso usar uma peruca, posso andar assim e tentar ignorar. Afinal não é só cabelo? Não é o que as pessoas me dizem?

Mas não, não é só cabelo. É a chatice de ir a médicos, fazer exames, perceber a causa. É não se descobrir imediatamente e continuar a cair. É tentar este produto e aquele outro que dizem ser óptimo. É ir a este dermatologista e a outro e esperar alguma simpatia, compaixão e ver zero disso. É um ciclo que não sei como e quando vai parar mas, até lá, manda a minha auto-estima para bem longe. É nem me conseguir ver de cabelo molhado, é evitar mexer-lhe porque são tantos os que ficam nas minhas mãos. É a minha mãe quando lhe toca ficar escandalizada e eu notar isso. É eu pensar: mas porquê?! E depois dizem-me: se calhar é nervos ou stress. E eu respondo que não me sentia stressada, que estava bem. E dizem: se calhar PENSAS que estás bem. É, de repente, ficar na dúvida: afinal o que é estar bem? Será que ando mesmo em constante estado de ansiedade e por estar habituada já nem o noto? Será que perdi a noção do que é estar mal ou estar bem? Será que está tudo parvo ou é de mim?

Não, não é só cabelo, é a parte principal da imagem de alguém. E o meu nunca foi sequer o meu ponto forte, mas pelo menos não caía e era saudável. Não me digam que é só cabelo quando, mesmo as pessoas que lidam com tratamentos lixados, como a quimioterapia, muitas vezes se vão abaixo por perderem o cabelo. Não é só cabelo. É saúde, é auto-estima, é confiança é a nossa identidade. E eu já não sei quem sou nem o que sinto.

You Might Also Like

40 comentários:

  1. Compreendo a tua angústia. É o nosso cabelo, é a nossa imagem, a nossa auto estima... Custa claro que custa e incomoda. Mas o pior é não saberes o que está a causar essa queda. Isso é angustiante... Espero que melhores querida e que consigas encontrar o motivo dessa excessiva queda. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero bem que sim, o mais rápido possível. Um beijinho para ti e obrigada :)

      Eliminar
  2. Nem imagino como te sentes... Eu sou uma das pessoas que costuma dizer que "é só cabelo", mas se estivesse na tua situação tenho a certeza que iria pensar diferente.
    "é só cabelo" mas faz parte de nós. É a nossa auto-estima que está a ser afetada. É a nossa identidade, tal como tu dizes.
    A alopécia afeta mais pessoas do que aquelas que possamos imaginar. E muitas vezes nem tem nada a ver com stress ou ansiedade.
    Espero que esta fase menos boa da tua vida passe depressa. Não tens simpatia ou compaixão por parte dos especialistas, mas tenho a certeza que aqui vais ter muitas palavras amigas e de apoio. Conta comigo para isso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Maura, nesta fase é bem preciso :) beijinho

      Eliminar
  3. Ainda comecei a escrever um comentário sobre te compreender mas a verdade é não imagino o que isso seja. Ia escrever que também ando insatisfeita com tudo no meu: o corte, a cor, tudo! Mas a verdade é que o meu "problema" está dentro do meu controlo. Posso não saber o que fazer, mas está. Isto para dizer que te compreendo na visão que tens sobre o cabelo: não é só cabelo. Se fosse porque havia tanta variedade em cor, cortes, técnicas, penteados, etc? A mal ou a bem o cabelo é uma das nossas maiores "imagens de marca", a única coisa que, a mal ou a bem, podemos meter de forma a que nos favoreça e vá de encontro à nossa personalidade. Não nos define mas é o que mostra aos outros como nos definimos.
    Espero que encontres rapidamente a origem do teu problema e que o consigas resolver o mais depressa possível. Até lá muita força <3

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que não imaginas o que isto é e ninguém devia ter que passar por isto, não só pelo cabelo mas pelo impacto psicológico horrível que isto traz. Também espero que se encontre a causa o mais rápido possível. Obrigada <3

      Eliminar
  4. Seja lá o que for que "acuse" nos exames, desejo-te muita força. Sei que são apenas palavras banais, que só quem está a viver a situação é que sabe como é, o quanto custa. Mas lembra-te que mesmo longe uns dos outros, com certeza tens imensas pessoas deste lado a erguerem-te sempre que caires. :)
    Boa sorte, beijinhos e nunca desistas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São palavras que ajudam sempre! E sim, que acuse nos exames porque quero saber o que se passa! Um beijinho e obrigada :)

      Eliminar
  5. Não sofro desse mal, felizmente, mas a minha mãe perdeu quase todo o seu cabelo (que era parecido ao meu) quando tinha a minha idade (18/19 anos) e a verdade é que sei o quanto ela sofre para tornar o pouco cabelo que ainda tem parecer ainda mais vasto, especialmente visto que ela trabalha com público e a aparência nota-se muito nestes casos. Vais superar isso, mas é importante que não te vás abaixo para ter força para descobrir o que é!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que também me assusta, ver tanta gente com tantos problemas de cabelo e muitas vezes nem se saber o porquê. Obrigada :)

      Eliminar
  6. Nunca falei muito disto a ninguém. Aliás, escondi isto de quase toda a gente, mas vou ter de partilhar agora. Pelo que contaste o teu caso é bem mais grave que o meu, porque se olhasses para mim não notavas grande diferença. O que me aconteceu foi que fiquei com uma pelada com umas dimensões ainda granditas numa zona que felizmente conseguia tapar com alguns cabelos por cima, apesar de evitar prendê-lo, porque dessa forma se notava.
    Não dei por uma queda mais acentuada de cabelo do que o normal, simplesmente um dia reparei na zona que estava tão lisa quanto a minha testa. Confesso que foi aterrador. Cheguei a mostrar à médica de família algum tempo depois (nessa altura até já estava a começar a crescer) e ela disse que provavelmente foi do stress, mas para ver se tinha em mais zonas, senão teríamos que fazer alguns exames médicos.
    É possível e muito provável que realmente tenha sido do stress e que seja um evento sem mais repercussões, mas não deixou de ser assustador. Agora o cabelo já está a crescer, mas ficou dessa forma alguns meses.
    Por isso consigo compreender o que dizes, apesar de ter sido menos grave. Sei bem que o cabelo não é SÓ cabelo. Representa muito mais do que isso. Para muitas pessoas pode parecer um problema insignificante, mas realmente não é.
    Não conseguimos ser sempre fortes, mas temos que nos manter de pé na mesma. Temos que nos rodear de pessoas que nos apoiem e nos animem, mesmo que não saibam ou compreendam tudo o que se está a passar.
    Espero que descubras rapidamente a causa do problema, porque isso traz ainda mais problemas. Espero que consigas resolver isto o mais rápido possível e que recuperes a autoestima. Até lá tenta manter o sorriso lindíssimo que tens! Força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que descreves parece ter sido um caso de alopécia areata mesmo provocada por stress e já vi mais pessoas com isso, às vezes em sítios que nem se consegue esconder! Ainda bem que ultrapassaste e tenta controlar sempre bem os teus nervos para que nunca mais aconteça! Obrigada pelo teu comentário e obrigada por também teres tido a coragem de partilhar algo complicado sobre ti. Acredita, ler estes comentários, todas estas palavras ajuda muito a pelo menos tentar respirar mais fundo e ter mais calma! Beijinho

      Eliminar
  7. O cabelo é das coisas que mais influência a maneira como me vejo. Se estou num "Good hair day" sinto-me automaticamente mais confiante ao interagir com outras pessoas e sinto-me mais bonita. E o contrário também acontece.
    Mas realmente somos mais que o nosso cabelo, como tu própria dizes. Espero que consigas encontrar a causa, estou a torcer para que te sintas melhor (com mais cabelo ou não)! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Influencia imenso :( obrigada pelo teu comentário e pela força :)

      Eliminar
  8. Tens toda a razão, é muito importante sim.

    Mas tu és forte e não vais desanimar. Vais lutar até descobrires o que é.

    Força!

    ResponderEliminar
  9. oh. fico muito triste de ler isto. espero que tudo se resolva. podes tomar finasterida e vitaminas e isso vai parar a queda certamente. mas a tua dermatologista sabera melhor que eu. eu também andava com muita queda, passei a usar champo natuaral e a queda reduziu significativametne.

    beijinho e muita força
    the-not-so-girlygirl.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que controlaste isso :) amanhã verei o que dizem os médicos. Obrigada pelo comentário :)

      Eliminar
  10. Encontrei o teu blogue do nada e já me disse tanto.
    Nunca vou ser capaz de esquecer o momento em que uma tia minha (que me educou e tomou conta de mim em pequena) teve que rapar o cabelo em minha casa, devido a um cancro.
    E não, não é só o cabelo. É tudo aquilo que uma mulher sente e tem. É a nossa imagem a mudar, é o nosso exterior a sofrer.
    Não é por acaso que quando uma mulher quer mudar de visual, a primeira coisa que pensa é no cabelo. É um dos nossos pontos fortes.
    Desejo-te - mesmo, mesmo, mesmo - tudo do que há de positivo neste mundo e no outro.
    Há sempre aqui um espaço para ti.

    with love,
    Utopia.

    ResponderEliminar
  11. Quem sabe eu depois faço um sorteio :b fica atenta :D

    Ohn, que situação tão chata. Peço desculpa por não ter sabido isto antes. Venha quem vier, o cabelo é uma das coisas fundamentais nas mulheres. Não as deveria afetar tanto mas, o que é facto, é que é um "acessório" de feminilidade. Tem calma porque pode não ser nada de grava. Pode ser, somente, o sistema nervoso a despoletar para que isso aconteça!


    NEW GET THE LOOK POST | Pop Fashion: We are Art!!!
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também me fechei muito sobre o assunto, mas percebi que isso me estava a fazer pior. Pode ser que sim. Obrigada pelo teu comentário :)

      Eliminar
  12. Tens toda a razão, não é só cabelo. E se está a cair tanto, é porque algo não está bem, neh? As pessoas às vezes não têm mesmo a noção das coisas.
    Eu espero sinceramente que consigam encontrar a causa e que consigas tratar isso de uma vez por todas..
    Beijinhos e muita força

    http://chocopink89.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero bem que sim Tânia! Obrigada pelo comentário :) beijinho

      Eliminar
  13. Pelo teu texto o que sinto é que efectivamente não estas bem e isso pode ser motivo para a queda.
    Não sei se é o teu caso mas vou-te dar exemplo do meu.
    Há uns anos bons meti na cabeça que ia fazer uma daquelas dietas loucas em que basicamente comemos ar. O peso perdido nem foi muito porque aquilo não durou mais que um mesito no entanto teve muitoooo impacto na minha saude e o meu cabelo ficou de tal forma fragil que começou a cair muito. Tantooo que cortei curto, e tanto que chorava a tomar banho porque já achava que so podia ter uma qualquer doença grave.
    Conclusao, aquela dieta estupida fez-me um disturbio de tal forma no organismo que o cabelo desatou a cair e demorou uns bons 2 anos a voltar ao seu estado actual.
    Há muitas razões para o cabelo cair.... e uma delas pode ser efectivamente o stress embora achemos que não andamos stressados porque já nem notamos que andamos numa roda viva.

    Desejo que tudo se resolva, que consigas encontrar a causa e que fiques com um ccabelo maravilhoso.

    Blog - Desabafos e Coisas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu agora também vou cortar mais curto, mas enfim se calhar andava mesmo stressada e nem notava! Não sei mas isto é uma treta. Mas pronto, tudo há-de ir ao ser lugar :) obrigada por me contares a tua história ajuda muito saber de outros casos assim e saber que ficou tudo bem :)

      Eliminar
  14. O meu agora nesta época também cai sempre imenso... E já tive uma fase há uns dois anos em que passei por uma situação semelhante à tua. Fartei-me de fazer exames e aparentemente estava tudo bem... era uma queda com origem nervosa, provavelmente por causa de stress no trabalho. Fiz imensos tratamentos e a coisa estabilizou mas nas mudanças de estação tenho sempre bastante queda de cabelo... E sim faz muita diferença pela nossa auto-estima, bem sei...Força querida tudo se vai resolver!

    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah pois, quem tem destas quedas depois nas mudanças de estação tem sempre que fazer um reforço qualquer de vitaminas para tentar atenuar ao máximo! É uma grande chatice isto principalmente quando se fica mesmo com falhas. Obrigada por partilhares também o teu caso, ajuda sempre saber que não sou a única! Beijinhos

      Eliminar
  15. Como te percebo! Tenho dermatite seborreica, agora controlada, mas bastante grave no inicio da minha adolescência. O cabelo caía descontroladamente, tinhas feridas na cabeça e nenhum tratamento resultava. Um dos dermatologistas receitou-me um produto tão pastoso que andei meses com lenços na cabeça para esconder o efeito no cabelo.
    Hoje, na maioria do tempo, está controlado, mas em alturas mais tensas lá volta o cabelo a cair e não, não é só cabelo, é uma parte de quem somos que vai com ele.
    Mas melhores dias vão chegar! Muita força =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eia que grande chatice isso também! Fico feliz por agora teres o problema controlado e também por saberes o que é. Há que ser positiva :) obrigada!

      Eliminar
  16. Susie, fiquei extremamente tocada com o teu post :(
    Eu por vezes tenho fases em que perco cabelo, mas não é como dizes, mas até aí entro em pânico! Mas olha, a minha mãe à uns anos, começaram a aparecer-lhe muitas bolhas pelo corpo todo, ela foi a uma dermatologista e disseram-lhe que ela tinha a doença do stress. E ela disse "eu não estou stressada", claro, na altura não, mas o acumular de stress foi assim. E uma das coisas que lhe poderia acontecer era perder o cabelo. Por acaso não aconteceu, mas o que aconteceu foi mesmo só muitas bolhas enormes pelo corpo, e quando desincharam, e ela ficou com a pele toda manchada durante uns tempos. E ela sentia-se super triste, foi na época de praia, por isso imagina, andar de bikini e assim. Enfim, desculpa o testamento, mas uma das coisas que ela teve de tomar foi cortisona. Fala nessa situação ao dermatologista se voltares a ir lá.
    Espero que recuperes linda, muita força**

    Get Up, Makeup

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não peças desculpa, é sempre "bom" saber de mais casos e histórias mesmo que seja um bocado diferente! São mesmo cenas chatas que acontecem. Mas tudo há-de passar espero! Obrigada pelo teu comentário!!! :) <3

      Eliminar
  17. Compreendo a tua angustia, o cabelo é mesmo uma das nossas maiores identidades espero que recuperes e tenhas muita força
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  18. Espero que descubras o que provoca isso nos exames e que consigas controlar...
    É só cabelo mas afeta demasiado a parte psicologica, a nossa auto-estima...
    Força! Vai ser só uma fase e tudo vai ficar bem :D Estou aqui a torcer por ti :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, agradeço mesmo a força! Beijinhos :)

      Eliminar
  19. eu entendo, não na pele, mas entendo tudo o que disseste. descarrega! quem gosta de ti, vai ajudar-te, vai apoiar-te, não digas que "ninguém gosta de pessoas tristes" porque quem te quer bem vai esforçar-se por te pôr um sorriso nos lábios e vai aturar-te no óptimo e no péssimo ok?
    aos poucos as coisas vão melhorar, não desistas de encontrar respostas!

    ResponderEliminar
  20. Compreendo que deve ser muito complicado o processo pelo qual estás a passar, mas tens que ser forte e ter esperança! Sê forte! Vai tudo ficar bem, se não amanhã, algum dia, basta continuar a sorrir e não desistir!
    Beijinhos enormes!

    ResponderEliminar