Pinheirinho, pinheirinho...

11:00 Melissa 15 Comments

Sou uma pessoa muito natalícia, gosto imenso desta época e de tudo o que lhe está associado. Este ano ando um pouco murcha neste aspecto, mas tenho imensas histórias para vos contar.
Depois de alguma deliberação decidi contar-vos o porquê de:

a) a minha árvore não ser artificial
b) este ser o segundo ano em que faço árvore após uma pausa de anos

Antes de 2012, no último ano em que se se tinha procedido à decoração do arvoredo (2005?) decidiu-se colocar a árvore e o respectivo presépio na varanda do rés do chão.
Que ideia linda e magnifica! Sublime! Assim toda a gente poderia contemplar tão magnifica decoração.

O problema surgiu quando a época de Natal acabou e ninguém nesta casa - ninguém! - se voluntariou para retirar e guardar aquela merda.
Resultado? Aquilo ficou lá um ano inteiro. UM ANO!
Agora imaginem por favor, uma árvore de Natal - com luzes obviamente - e um presépio - com musgo verdadeiro obviamente -  em pleno Agosto.

Agora imaginem a cara das pessoas ao virem cá a casa e depararem-se com uma linda e majestosa árvore e um grandioso presépio em pleno Verão.
...
Como facilmente se conclui, não sobrou nem uma misera bola para amostra.

Passados uns anos decidi que era altura de voltar a integrar a árvore na decoração natalícia, e o meu pai disse que tratava da árvore. E tratou. Apareceu-me em casa com um pinheiro (?) remeloso, todo torto e murcho que tinha encontrado num canto qualquer de um pinhal já que é contra o corte de árvores.
O deste ano não é muito melhor.

Para o ano, espero, finalmente, ter uma árvore de Natal artificial, daquelas todas jolies, e que de preferência não fique um ano inteira montada e se estrague.

You Might Also Like

15 comentários:

  1. A minha é artificial mas cá por casa ninguém gosta de a fazer por isso, faz-se tarde e retira-se ainda mais tarde. Uma cambada de preguiçosos

    ResponderEliminar
  2. Que aventura! Espero que encontres o teu Pinheiro!
    Beijinhos
    htpp://belezademulheremae.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. ahahah como compreendo essa questão de desmontar a árvore. Cá em casa sobra sempre para mim porque senão havia de lá ficar também um ano!
    beijinhos
    http://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Mel, mas acho os pinheiros tão lindos! Desejo que a sua árvore no próximo seja do jeito que você espera,

    Te desejo um Natal bem especial e cheio de amor e fraternidade!
    http://blogdmulheres.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Aqui em casa é tudo muito engraçado. Altura de decorar a casa? Ai que bom, vamu nessa, adoramos decorar o pinheirinho! Altura de arrumar a decoração? Sobra para mim.

    ResponderEliminar
  6. Lol Um ano??? Hehe Então seguiram mesmo à risca aquela frase "Natal é quando um Homem quiser!"

    ResponderEliminar
  7. Hahaha, eu adorava ir na rua e ver uma árvore de Natal e o presépio em pleno Agosto!

    ResponderEliminar
  8. Boa história ahaha! Eu adorava ter uma árvore natural mas como nem todas são perfeitinhas e levezinhas, de fácil desmontagem, fico-me pelas artificiais ahaha
    millions-of-diamonds.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. R: Parabéns! ! Pelo que conquistaste hoje!

    ResponderEliminar
  10. No Brasil costumamos ter a árvore artificial. Eu monto a árvore de natal toda feliz..rs
    Feliz Natal! Tudo de bom!
    Beijinhos
    :)

    www.ericacruz.com.br

    ResponderEliminar
  11. ahahah nada mais original que uma árvore de Natal em pleno Agosto :)*

    ResponderEliminar
  12. A minha árvore sempre foi artificial, mas também havia (e ainda há) a preguiça de desmontar a árvore :P O meu máximo deve ter sido até Fevereiro!
    Mas olha que até é giro ter uma árvore de Natal em pleno Verão! Ahahaha!

    Beijinhos :*

    ResponderEliminar